Últimascotações
TTEN3
9.20
-0.11%
Ibovespa
110,579.81
0.00%
Dólar
4.83
+0.16%

Línea — Um ano depois de sua estreia na bolsa brasileira, a gaúcha 3tentos (TTEN3) segue em ritmo acelerado na construção de sua primeira unidade industrial fora do Rio Grande do Sul, que está sendo instalada em Mato Grosso. Conforme antecipou a Línea em julho do ano passado, a empresa está levantando em Vera, a 67 quilômetros ao norte de Sorriso, um complexo industrial com uma esmagadora de soja, com capacidade para processar 4 mil toneladas do grão por dia, que terá integrada uma usina de biodiesel, apta a produzir 300 mil metros cúbicos do biocombustível por ano.

LEIA +

Aposta agro do Pátria vende R$ 1 bi em insumos e será paga em soja e milho

A estratégia da companhia conta ainda com a inauguração de oito lojas físicas em Mato Grosso, das quais três já estão em operação. No ano passado, a loja de Sinop abriu as portas e, neste ano, foi a vez de Sorriso e Matupá receberem as revendas agrícolas.

Continuamos em ritmo acelerado de expansão no Mato Grosso e consolidação no Rio Grande do Sul. O investimento no Mato Grosso, o maior produtor de soja e milho do Brasil e com grande potencial, é o maior da 3tentos em um único projeto. Vemos uma curva ainda acentuada de crescimento nos próximos anos. O Estado sempre foi grande exportador de matéria-prima e, agora, a 3tentos agrega valor a essas exportações, transformando a soja e oferecendo boas e inovadoras soluções para o produtor rural”, disse em nota Luiz Osório Dumoncel, CEO da 3tentos.

Com as lojas e o complexo industrial, a 3tentos vai investir R$ 700 milhões em Mato Grosso. Os recursos representam pouco mais da metade do R$ 1,37 bilhão levantados no IPO de julho de 2021. Outros R$ 5 milhões foram captados em janeiro deste ano por meio de um follow-on (oferta subsequente), que já estava previsto nos planos da companhia.

As apostas em Mato Grosso são uma resposta ao otimismo com o setor agrícola do Brasil. Os preços das commodities tendem a se manter em patamares elevados para os próximos meses e, mesmo com custos maiores, os produtores ainda devem registrar uma rentabilidade considerada bastante atraente ao longo da próxima safra. Contudo, desde o IPO em julho do ano passado, a 3tentos tem visto o valor de suas ações recuarem sistematicamente. Do primeiro fechamento até hoje, os papéis já se desvalorizaram 24,8%. Nesse mesmo período, o Ibovespa recuou 14,5%.

Apenas em seus primeiros 45 dias de negócios, os papéis da 3tentos caíram 16,5% de R$ 12,15 para cerca de R$ 10 na bolsa brasileira. O fundo do poço foi alcançado em janeiro deste ano, quando a ação fechou a R$ 6,90. De lá para cá, os papéis ensaiaram uma recuperação, superaram a casa dos R$ 11 em março, se aproximando do valor do IPO, mas voltaram a cair e estão hoje na casa dos R$ 9,15.

No primeiro trimestre de 2022, a 3tentos reportou uma receita operacional líquida de R$ 1,27 bilhão, 65,5% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado. Já o Ebitda ajustado aumentou 36,6%, para R$ 96,1 milhões, enquanto o lucro líquido cresceu para R$ 84,2 milhões, 38,7% a mais do que o primeiro trimestre do ano passado.

Leia também

  • Petrobras: perspectiva da ação muda com troca de CEO? Analistas respondem
  • Protecionismo alimentar representa risco de inflação
  • Grandes empresas seguem investindo em startups da América Latina
Invierta en La Bolsa de Valores, Mercados Bursatiles, Fondos Indexados, Criptomonedas, Acciones y muchos activos más.

Regístrate Gratis y Obtén Señales, Cursos, Asesoría personalizada y mucho más.

Regístrate y Compra Acciones de Grandes Empresas , Activos de Forex, Criptomonedas, Materias primas entre muchos Otros.